{O Que Rolou no Encontro de Barbudos – Encontro da Fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”}

Encontro da fanpage faça amor não faça a barba

Nesse último sábado aconteceu o encontro da fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba” no bar Kabul, no baixo Augusta. Além de reunir a galera barbuda (ou não, rs) pra tomar uma gelada e botar o papo em dia, também foi a entrega dos prêmios do concurso que postamos o resultado e outros sorteios de brindes. A Head & Shoulders doou, além do prêmio do concurso, vários kits pra sorteio (diga-se de passagem, fiquei na cara dura secando os kits. Porque, eu nunca testei, mas falam muito bem das máscaras de hidratação da marca. Mas enfim, rs…), junto com a Mr. Beer Cervejas Especiais, além das marcas Chico Rei, Sympathy, Alparzaks – By Paula Zak.

[O F&C já falou sobre barbudos e algumas curiosidades aqui]

Uma coisa que eu acho incrível dessa fanpage é que rola uma super interação entre a galera que curte e os pessoal da página. A principal responsável por fazer isso acontecer, respondendo mensagem da galera e conversando com todo mundo, é a Maiara Molina – uma fofa! – que também foi uma das principais responsáveis por fazer o evento acontecer. E é esse clima de “tá em casa” que rolou no encontro, muita gente que nunca havia se visto na vida, pareciam ser amigos de infância, rs.

O encontro foi divertidíssimo e bem lotado. Eu particularmente nunca havia ido ao bar, mas é um lugar aconchegante, com luz baixa e músicas bacanas. O bar tem dois andares, mas pra quantidade de gente que foi o bar ficou levemente apertado, mas aí rola um calor humano maior 😉 Só assumo que senti falta de mais mesinhas, mas o atendimento foi bacana e corria loucamente pra conseguir dar conta da galera no bar (e conseguiam!). O Kabul estava cheio de barbudos (e alguns desbarbadinhos também – sem preconceitos, rs) e barbudetes, como a galera da fanfab chama. Todos muito gente boa, receptivos e divertidos. Muita gente bacana reunida, onde mesmo quem foi sozinho fez amizade e já saiu dividindo garrafa de cerveja (um beijo Rafael, rs). Mas ainda assim muitas das pessoas que foram já se conheciam da internet da página e dos grupos de barbudos e fizeram dessa uma ótima oportunidade de trazer pra vida a amizade on-line – e que assim mantenham ;).

Fiquei feliz de ter encontrado por lá uma galeria que esteve presente no encontro de ruivas, até gente que se conheceu no encontro e arrumou um barbudo pra chamar de seu – achei muito digno isso! A Maiara eu também conheci do encontro, por ter nos ajudado a divulgá-lo.

Agora, chega de enrolação e vamos às fotos!

.

Fotografos:
– Thamires Cascales (E-mail: cascales.thami@gmail.comFanpage);

– Nailson Siqueira (E-mail: nailson.siqueira@live.comFanpage);

– Orange Produções/Cleber Santos (E-mail: orange_producoes@mandic.com.brFanpage).

.

E aí, você foi? Se divertiu? Conta pra gente!

.

.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

Anúncios

{Resultado da Promoção da Fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”}

A fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba” fará um encontro pros barbudos e admiradores que a seguem. E como forma de dar uma esquentada nas vésperas do evento, com o apoio da Head & Shoulders e a Mr. Beer, criaram um concurso pra escolher o barbudo “favorito”. Onde os concorrentes, através da página, enviavam uma foto (com barba, por favor né, rs) e uma frase dizendo porque a barba é essencial.

Foram selecionados 5 barbudos para serem votados na fanpage. As votações estão rolando desde o começo da semana e hoje sai o resultado =) O primeiro lugar vai ganhar um super kit da Head & Shoulders e Mr. Beer, e do 2º ao 5º ganharão kits da Head & Shoulders.

Depois de uma semana de votação, hoje saiu o resultado:

1º lugar:

1º lugar: Renan Vinicius Filadoro – “A barba é essencial para dar mais estilo e uma autoestima melhor !”

1441328_585695138163189_1930184683_n

2º lugar: Pablo Zanella – ” Aqui o amor transborda e a barba é essencial “

3º lugar: Thiago Fernandes - "Porque só com a barba bem feitinha e cheirosa a gente faz a diferença num bando de loucos!"

3º lugar: Thiago Fernandes – “Porque só com a barba bem feitinha e cheirosa a gente faz a diferença num bando de loucos!”

4º lugar: Rogerio Emilio - "Porque sua barba é essencial: Pra manter a pose de mafioso."

4º lugar: Rogerio Emilio – “Porque sua barba é essencial: Pra manter a pose de mafioso.”

Mauricio Rossini Oltman - "Me preparo para tacklear o adversário, que no rugby consiste em derruba-lo, Sansão tinha sua força no cabelo, eu tenho na barba, meu apelido é Brutus, a barba me da forças para tacklear os adversários no campo de rugby e os problemas no campo da vida!"

Mauricio Rossini Oltman – “Me preparo para tacklear o adversário, que no rugby consiste em derruba-lo, Sansão tinha sua força no cabelo, eu tenho na barba, meu apelido é Brutus, a barba me da forças para tacklear os adversários no campo de rugby e os problemas no campo da vida!”

.

Parabéns a todos que se inscreveram! E a gente se vê amanhã no Encontro 😉

.

O {F&C} já falou um pouco sobre barbudos aqui.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Os Barbudos e Algumas Curiosidades}

Encontro de barbudos

Atualmente a barba é uma tendência fortíssima. Seja por uma questão de estilo ou por atrair olhares do público feminino – afinal, hoje em dia, barba é fetiche. Existem barbudos de todos os tipos: os de barba aparada, grande, bigodudos, cavanhaques, barbas com trancinhas… E o que mais a imaginação, e a barba, permitir.

Mas barba é um assunto antigo, os primeiros povos a usarem barba, que se tem registro, foram os gauleses, tanto que por isso os famosos Asterix e Obelix tem um generoso bigode. Já os caldeus e babilônios mantinham suas barbas trançadas, lavando-as com óleo e prensando com a ajuda de um ferro quente (um beijo ta-ta-ta-ta-ta-ta-taravó da chapinha *muack*).

Algumas sociedades antigas, como o egípcios, mantinham a barba como forma de definir os status social, deixando os nobres com o direito de usar a barba e proibindo os sacerdotes. Ainda nos povos antigos, os gregos eram muito conhecidos por suas barbas. Os “famosos” (artistas, pensadores, líderes) mantinham e cultivavam os pelos faciais. Porém depois de alguns confrontos e guerras, acabou entrando em desuso, por argumentarem que os soldados poderiam ser agarrados pela barba, deixando-os em desvantagem. Assim, Alexandre, o Grande, ordenou que todos os seus soldados se desfizessem das suas barbas.

Em épocas mais próximas, mais precisamente na primeira década do século XX, a barba caiu em desuso, coisa que pouco depois também aconteceu com os grandes bigodes. Rosto de bebeê, lisinho e sem pelos, se tornou simbolo de hogiene e beleza. Mas com o movimento hippie, na década de 60, a barba voltou a ser usada.

Na Itália houve uma pesquisa em que mostrava que vendedores barbados eram vistos como mais digno de confiança, e por isso fechavam mais negócios. E a confiabilidade e a barba também valiam para políticos, transmitindo assim mais confiança (mas isso funcionava com barbas aparadas e bem cuidadas, e não pras rebeldes e desgrenhadas). Até porque, no Brasil, a barba foi simbolo da esquerda comunista e do movimento sindical no período da ditadura.

No atual cenário mundial barbas, em algumas situações, também podem ser vistas de forma negativa, afinal elas são facilmente associadas à movimentos religiosos radicais e ao terrorismo.

Existem alguns récordes no Guiness Book relativo aos barbudos, a mais longa barba masculina vive no Canadá e pertence ao indiano Sarwan Singh medindo, nada mais, nada menos que 1,89 metros. Já o maios bigode pertence ao, também indiano, Kalyan Ramju Sain e possuí o inacreditável comprimento de 3,39 metros, ele não apara o bigode desde 1976.

Existe também um concurso, World Beard and Moustache Championships,  onde anualmente são escolhidos os mais belos os mais estranhos bigodes, cavanhaques e barbas do mundo. Neles existem várias categorias de bigodes e barbas. É possível ver mais sobre isso aqui.

E diante do atual sucesso que as barbas fazem existem comunidades e grupos nas redes sociais que falam sobre esse tema. E uma dessas comunidades, a fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”, organizará neste sábado (23/11/13), aqui em São Paulo, o seu primeiro encontro que pretende reunir vários barbubos e admiradores (admiradora também 😉 ) para conversarem e se conhecerem. O encontro também contará com sorteio de brindes e entrega do prêmio do concurso do “barbudo favorito”.

.

.

Encontro “Faça Amor, não Faça a Barba”
Data: 23/11
Hora: Das 15hrs às 22hrs
Local: Kabul Bar (Rua Pedro Taques, 124, Consolacão/SP)

;.

.

(Fonte: Aqui/Imagem: Reprodução – Caio Thomé)

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥