{Cazuza: O Poeta Não Morreu!}

Cazuza, o poeta não está morto (18)

Quando pintou o Barão, eu tinha tudo para não dar certo.
Nunca fui cantor; eu gostava de compor!”

Cazuza*

Para todos os fãs, admiradores e apreciadores da boa música e do bom Rock and Roll nacional, o evento mais aguardado deste ano (pelo menos pra mim, fã incondicional) finalmente vai acontecer. Pra quem pensou que nunca conseguiria ver um show do seu artista favorito (porém não mais vivo) agora pode comemorar graças as novas e avançadas tecnologias. Um show que promete ser inesquecível!

Neste sábado, 30 de novembro, vai acontecer o GVT Music – Show Cazuza. O show holográfico em 4D (que ressuscitará Cazuza no palco)  será gratuito e realizado no parque da Juventude  às 19h00.

Músicos como George Israel, Nilo Romero, Leoni, Guto Goffi, Rogerio Meanda e Arnaldo Brandão (que acompanharam o cantor em vida e carreira) estarão presentes no palco tocando as 20 canções selecionadas para o setlist, dentre elas os clássicos como “Exagerado” e “Brasil”

Antes do show, será apresentado um documentário sobre Cazuza com depoimentos de sua mãe, Lucinha Araújo e dos amigos Pedro Bial e Nelson Motta. Além do documentário, o show será transmitido ao vivo no canal 1 da GVT HDTV.

Cazuza, o poeta não está morto (1)

Agenor de Miranda Araújo Neto, mais conhecido como Cazuza, é o grande homenageado desse ano. Além do show holográfico, o poeta do rock também ganhou uma coleção especial de óculos e relógios da marca Chilli Beans para comemorar seus 55 anos.

Cazuza, o poeta não está morto (19)

Não bastando, ele foi o grande homenageado na abertura do Rock in Rio deste ano com o show “O Poeta Está Vivo”. O responsável pelo tributo foi seu grande parceiro Frejat, que levou ao palco artistas como Ney Matogrosso e Bebel Gilberto (que fizeram parte da vida pessoal de Cazuza), Maria Gadú, Rogério Flausino e Paulo Miklos, que cantaram os grandes sucessos do cantor que esteve presente na primeira edição do festival (em 1985) com a banda Barão Vermelho. O Museu da Língua Portuguesa (que fica localizado na Estação da Luz – São Paulo) inaugurou no dia 22 de outubro, a exposição “CAZUZA mostra sua cara”, com curadoria do arquiteto e cenógrafo Gringo Cardia (a exposição ficará em cartaz até o dia 23 de fevereiro de 2014).  E mais uma grande notícia para os fãs do poeta, estreou no Rio de Janeiro “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, O Musical”, que chegará em São Paulo ano que vem.

Cazuza, o poeta não está morto (13)

E como não poderia ser diferente, também vamos fazer nossa homenagem a esse grande artista.

Cazuza foi um artista que expôs na música o seu lado mais sensível. O cantor, que morreu dia 7 de julho de 1990, passou por várias fases na vida e na música. Cantou rock and roll e bossa nova, fez releituras de músicas como “Luz negra”, de Nelson Cavaquinho, e “O mundo é um moinho”, de Cartola, mas foi compondo que Cazuza se destacou.

Suas composições ficaram para a história da música popular brasileira. Suas letras amavam de verdade, gritavam liberdade e falavam de novidades. Cazuza era intenso na vida e na arte. Em nove anos de carreira, gravou 11 discos (dois ao vivo e um álbum duplo), ganhou prêmios como os de melhor letrista, melhor compositor e melhor música. Mas, além dos sucessos, como “Exagerado”, ”Bete Balanço” e “Ideologia”, ele deixou um legado de composições, algumas não tão conhecidas, mas não menos bonitas.

Em cada um de seus discos gravados, Caju (como era chamado pelos amigos íntimos), expôs as fases que vivia; as fases que viviam os jovens e que vivia o país.

Com o grupo de rock Barão Vermelho, Cazuza foi rebelde, bebeu do “rock and geral” e dançou na efervescência das novidades.

Cazuza, o poeta não está morto (14)

Foi no Barão que Cazuza conheceu aquele que seria um dos seus melhores amigos e maior parceiro musical, Roberto Frejat, com quem divide, junto com George Israel, a música “Amor, amor”, feita sob encomenda para o filme Bete Balanço, de 1984.

Cazuza, o poeta não está morto (15)

Mas como nem tudo na vida são “Milagres”, Cazuza não se sentia muito a vontade com o Barão Vermelho. Ele estava cansado de viver somente de rock. O menino do rio que cresceu ouvindo Dolores Duran, Lupicínio Rodrigues, Roberto Carlos e Cartola queria desbravar novos caminhos, novos mundos, novas músicas… Queria cantar bossa, coisas novas… E assim novos parceiros surgiram, como Rogério Meanda, com quem divide a autoria de “Medieval II”, que faz parte do seu primeiro disco-solo, Exagerado. Mas os antigos parceiros continuavam na ativa junto a Cazuza. “Ritual”, música do disco Só se for a dois, foi a retomada dos amigos Frejat e Cazuza, que haviam brigado após sua saída do Barão.

Sozinho, Cazuza compôs a música “O assassinato da flor”. A letra mostra toda a sensibilidade do poeta que já sentia na pele os efeitos do vírus HIV.

No álbum duplo, Burguesia, último que lançou em vida, o cantor agradeceu, sofreu, criticou, foi pra “Manhatã”, e falou de como era ser filho único. Em apenas uma única música, fala de paz, de sonhos e de um amor diferente entre “Dois homens apaixonados”. Foi a partir de uma conversa entre dois homens apaixonados pela música que nasceu a letra “Hei, Rei!”, do álbum póstumo Por aí. Esses dois homens eram Cazuza e Roberto Carlos. Os versos da música nasceram depois do encontro entre os dois. “Ao cumprimentá-lo, disse assim: ‘E aí, meu Rei?’. Roberto retrucou: ‘E aí, meu Barão?’. Argumentei que há muito não fazia parte do Barão Vermelho. Mas Roberto foi rápido no gatilho e saiu-se com essa: ‘Para mim, você vai ser eternamente o meu Barão’. Frejat musicou essa, que seria sua última parceria com Cazuza, que deixou 126 canções gravadas, 78 inéditas, escritos e poemas que estão presentes no livro Cazuza – Preciso dizer que te amo – Todas as letras do poeta.

Vinte e três anos depois de sua morte, suas músicas continuam mais atuais do que nunca! Vários artistas da MPB dão novas versões para seus sucessos, como “Codinome beija-flor”, regravado por mais de 20 intérpretes diferentes, entre eles Luiz Melodia e Cauby Peixoto. Em sua bagagem, Cazuza leva mais de 200 composições escritas, 34 delas feitas para outros intérpretes. “A cada dia que passa, eu estou me sentindo mais compositor. Fiz uma música para Ângela, e ela gravou. É engraçado isso… Acho que meu trabalho atingiu dos oito aos oitenta. Agora me considero um compositor profissional. É o que me dá prazer, muito mais até do que fazer shows.” A Ângela que Cazuza se refere é a Ângela Maria, e a música é “Tapas na cara”, uma rumba composta em 1987.

Em 1988, Cazuza compôs “Malandragem”, sucesso na voz de Cássia Eller e que teve peso fundamental para impulsionar a carreira da cantora carioca e fã do ex-Barão.

Cazuza, o poeta não está morto (20)

Mas essa música foi feita para um ídolo da sua adolescência, Ângela Ro Ro, que guardou a música durante anos, mas não chegou a gravá-la. Alguns anos antes, em 1975, Cazuza compôs “Poema”, interpretada por Ney Matogrosso em 1998. Esta música foi feita para sua avó materna, Maria. A curiosidade é que ele tinha apenas 17 anos quando a compôs.

Cazuza também teve muitos parceiros: os mais assíduos eram Frejat, Dé e Bebel Gilberto. Com estes dois últimos, Cazuza assinou “Mais feliz”, que teve gravação original da própria Bebel, regravada por Leila Pinheiro e Adriana Calcanhotto.

Hoje, esse poeta (que atingiu jovens de todas as décadas desde seu primeiro álbum lançado) continua vivo, mais vivo doq eu nunca em suas músicas que nos impulsionam a pensar e decifrar suas letras, que no fundo da gritaria do rock,são lindos poemas.

Cazuza, o poeta não está morto (9)

Espero que, no fundo, não se esqueçam do poeta que sou.
Que as pessoas não se esqueçam de que,
mesmo num mundo eletrônico, o amor existe.
Existem o romance e a poesia.
Que mais crianças venham a nascer e é fundamental o amor ao país.”

Cazuza*

* Frases retiradas dos livros “Cazuza – Só as mães são felizes” e “Cazuza – Preciso dizer que te amo, todas as letras do poeta”.

E você, também gosta do Cazuza? 😉

.

.

.

F&C - Ariane Arrabal

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

Anúncios

{O Que Rolou no Encontro de Barbudos – Encontro da Fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”}

Encontro da fanpage faça amor não faça a barba

Nesse último sábado aconteceu o encontro da fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba” no bar Kabul, no baixo Augusta. Além de reunir a galera barbuda (ou não, rs) pra tomar uma gelada e botar o papo em dia, também foi a entrega dos prêmios do concurso que postamos o resultado e outros sorteios de brindes. A Head & Shoulders doou, além do prêmio do concurso, vários kits pra sorteio (diga-se de passagem, fiquei na cara dura secando os kits. Porque, eu nunca testei, mas falam muito bem das máscaras de hidratação da marca. Mas enfim, rs…), junto com a Mr. Beer Cervejas Especiais, além das marcas Chico Rei, Sympathy, Alparzaks – By Paula Zak.

[O F&C já falou sobre barbudos e algumas curiosidades aqui]

Uma coisa que eu acho incrível dessa fanpage é que rola uma super interação entre a galera que curte e os pessoal da página. A principal responsável por fazer isso acontecer, respondendo mensagem da galera e conversando com todo mundo, é a Maiara Molina – uma fofa! – que também foi uma das principais responsáveis por fazer o evento acontecer. E é esse clima de “tá em casa” que rolou no encontro, muita gente que nunca havia se visto na vida, pareciam ser amigos de infância, rs.

O encontro foi divertidíssimo e bem lotado. Eu particularmente nunca havia ido ao bar, mas é um lugar aconchegante, com luz baixa e músicas bacanas. O bar tem dois andares, mas pra quantidade de gente que foi o bar ficou levemente apertado, mas aí rola um calor humano maior 😉 Só assumo que senti falta de mais mesinhas, mas o atendimento foi bacana e corria loucamente pra conseguir dar conta da galera no bar (e conseguiam!). O Kabul estava cheio de barbudos (e alguns desbarbadinhos também – sem preconceitos, rs) e barbudetes, como a galera da fanfab chama. Todos muito gente boa, receptivos e divertidos. Muita gente bacana reunida, onde mesmo quem foi sozinho fez amizade e já saiu dividindo garrafa de cerveja (um beijo Rafael, rs). Mas ainda assim muitas das pessoas que foram já se conheciam da internet da página e dos grupos de barbudos e fizeram dessa uma ótima oportunidade de trazer pra vida a amizade on-line – e que assim mantenham ;).

Fiquei feliz de ter encontrado por lá uma galeria que esteve presente no encontro de ruivas, até gente que se conheceu no encontro e arrumou um barbudo pra chamar de seu – achei muito digno isso! A Maiara eu também conheci do encontro, por ter nos ajudado a divulgá-lo.

Agora, chega de enrolação e vamos às fotos!

.

Fotografos:
– Thamires Cascales (E-mail: cascales.thami@gmail.comFanpage);

– Nailson Siqueira (E-mail: nailson.siqueira@live.comFanpage);

– Orange Produções/Cleber Santos (E-mail: orange_producoes@mandic.com.brFanpage).

.

E aí, você foi? Se divertiu? Conta pra gente!

.

.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Resultado da Promoção da Fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”}

A fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba” fará um encontro pros barbudos e admiradores que a seguem. E como forma de dar uma esquentada nas vésperas do evento, com o apoio da Head & Shoulders e a Mr. Beer, criaram um concurso pra escolher o barbudo “favorito”. Onde os concorrentes, através da página, enviavam uma foto (com barba, por favor né, rs) e uma frase dizendo porque a barba é essencial.

Foram selecionados 5 barbudos para serem votados na fanpage. As votações estão rolando desde o começo da semana e hoje sai o resultado =) O primeiro lugar vai ganhar um super kit da Head & Shoulders e Mr. Beer, e do 2º ao 5º ganharão kits da Head & Shoulders.

Depois de uma semana de votação, hoje saiu o resultado:

1º lugar:

1º lugar: Renan Vinicius Filadoro – “A barba é essencial para dar mais estilo e uma autoestima melhor !”

1441328_585695138163189_1930184683_n

2º lugar: Pablo Zanella – ” Aqui o amor transborda e a barba é essencial “

3º lugar: Thiago Fernandes - "Porque só com a barba bem feitinha e cheirosa a gente faz a diferença num bando de loucos!"

3º lugar: Thiago Fernandes – “Porque só com a barba bem feitinha e cheirosa a gente faz a diferença num bando de loucos!”

4º lugar: Rogerio Emilio - "Porque sua barba é essencial: Pra manter a pose de mafioso."

4º lugar: Rogerio Emilio – “Porque sua barba é essencial: Pra manter a pose de mafioso.”

Mauricio Rossini Oltman - "Me preparo para tacklear o adversário, que no rugby consiste em derruba-lo, Sansão tinha sua força no cabelo, eu tenho na barba, meu apelido é Brutus, a barba me da forças para tacklear os adversários no campo de rugby e os problemas no campo da vida!"

Mauricio Rossini Oltman – “Me preparo para tacklear o adversário, que no rugby consiste em derruba-lo, Sansão tinha sua força no cabelo, eu tenho na barba, meu apelido é Brutus, a barba me da forças para tacklear os adversários no campo de rugby e os problemas no campo da vida!”

.

Parabéns a todos que se inscreveram! E a gente se vê amanhã no Encontro 😉

.

O {F&C} já falou um pouco sobre barbudos aqui.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Os Barbudos e Algumas Curiosidades}

Encontro de barbudos

Atualmente a barba é uma tendência fortíssima. Seja por uma questão de estilo ou por atrair olhares do público feminino – afinal, hoje em dia, barba é fetiche. Existem barbudos de todos os tipos: os de barba aparada, grande, bigodudos, cavanhaques, barbas com trancinhas… E o que mais a imaginação, e a barba, permitir.

Mas barba é um assunto antigo, os primeiros povos a usarem barba, que se tem registro, foram os gauleses, tanto que por isso os famosos Asterix e Obelix tem um generoso bigode. Já os caldeus e babilônios mantinham suas barbas trançadas, lavando-as com óleo e prensando com a ajuda de um ferro quente (um beijo ta-ta-ta-ta-ta-ta-taravó da chapinha *muack*).

Algumas sociedades antigas, como o egípcios, mantinham a barba como forma de definir os status social, deixando os nobres com o direito de usar a barba e proibindo os sacerdotes. Ainda nos povos antigos, os gregos eram muito conhecidos por suas barbas. Os “famosos” (artistas, pensadores, líderes) mantinham e cultivavam os pelos faciais. Porém depois de alguns confrontos e guerras, acabou entrando em desuso, por argumentarem que os soldados poderiam ser agarrados pela barba, deixando-os em desvantagem. Assim, Alexandre, o Grande, ordenou que todos os seus soldados se desfizessem das suas barbas.

Em épocas mais próximas, mais precisamente na primeira década do século XX, a barba caiu em desuso, coisa que pouco depois também aconteceu com os grandes bigodes. Rosto de bebeê, lisinho e sem pelos, se tornou simbolo de hogiene e beleza. Mas com o movimento hippie, na década de 60, a barba voltou a ser usada.

Na Itália houve uma pesquisa em que mostrava que vendedores barbados eram vistos como mais digno de confiança, e por isso fechavam mais negócios. E a confiabilidade e a barba também valiam para políticos, transmitindo assim mais confiança (mas isso funcionava com barbas aparadas e bem cuidadas, e não pras rebeldes e desgrenhadas). Até porque, no Brasil, a barba foi simbolo da esquerda comunista e do movimento sindical no período da ditadura.

No atual cenário mundial barbas, em algumas situações, também podem ser vistas de forma negativa, afinal elas são facilmente associadas à movimentos religiosos radicais e ao terrorismo.

Existem alguns récordes no Guiness Book relativo aos barbudos, a mais longa barba masculina vive no Canadá e pertence ao indiano Sarwan Singh medindo, nada mais, nada menos que 1,89 metros. Já o maios bigode pertence ao, também indiano, Kalyan Ramju Sain e possuí o inacreditável comprimento de 3,39 metros, ele não apara o bigode desde 1976.

Existe também um concurso, World Beard and Moustache Championships,  onde anualmente são escolhidos os mais belos os mais estranhos bigodes, cavanhaques e barbas do mundo. Neles existem várias categorias de bigodes e barbas. É possível ver mais sobre isso aqui.

E diante do atual sucesso que as barbas fazem existem comunidades e grupos nas redes sociais que falam sobre esse tema. E uma dessas comunidades, a fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”, organizará neste sábado (23/11/13), aqui em São Paulo, o seu primeiro encontro que pretende reunir vários barbubos e admiradores (admiradora também 😉 ) para conversarem e se conhecerem. O encontro também contará com sorteio de brindes e entrega do prêmio do concurso do “barbudo favorito”.

.

.

Encontro “Faça Amor, não Faça a Barba”
Data: 23/11
Hora: Das 15hrs às 22hrs
Local: Kabul Bar (Rua Pedro Taques, 124, Consolacão/SP)

;.

.

(Fonte: Aqui/Imagem: Reprodução – Caio Thomé)

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Moda: Desfile Aquastúdio e SPFW 2º Dia}

SPFW Inverno 2014 5

Mesmo estando MEGA atrasado, devido aos probleminhas técnicos, eu decidi postar mesmo assim. Assumo: rolou um afeto com a postagem, rs.”

Nessa edição do SPFW (Inverno 2014) eu fui convidada pela Ilike pra assistir ao desfile da Aquastúdio, eles foram os patrocinadores do desfile, no 2º dia. Junto com a Thaís (do Poá e Glitter), a Dani (do Mimimi & Ruivices) e a Karen (do Pequena Notável) fomos conferir à coleção e a “tenda” no Parque Villa Lobos. No final da postagem eu vou colocar um vlog que fiz com as imagens do espaço do Fashio Week, o desfile, um bate-papo com um dos cabeleireiros responsáveis pelo visual  do desfile e com o Eduardo Kobra contando sobre a instalação que ele estava fazendo.

SPFW Inverno 2014 6

A Aquastúdio fez pela segunda vez seu desfile no SPFW, ela já é das antigas pelo Fashion Rio. Nessa coleção eles deixaram a silhueta bem feminina e retrô (inspirada nos anos 40), muitos recortes geométricos e transparências. Há também aplicações, capas, tecidos firmes como a lã e um pouco mais fluidos como o veludo. Foi um desfile muito bonito, mostrando vestidos de festa que é o que deu destaque e fama à marca assinada pela Esther Bauman.

Na beleza eles apostaram em um belo olho preto esfumado, com uma boca natural e uma pele bem iluminada (super usável na vida real). Fizeram um coque alto “torcidinho” com todos os fiozinhos no lugar (sendo que todos os finalizadores utilizados pra segurar o penteado eram da Ilike)  e continuaram brincando de geometria nos casquetes:

SPFW Inverno 2014 4

Como Fashion Week é referencia de gente “montada” e estilosa, fotografei alguns looks da galera que circulou por lá naquele dia (referências nunca é demais, vamos combinar rs):

SPFW Inverno 2014

No lounge do evento havia uma lojinha cheia de artigos diferentes de decoração e cacarecos diversos:

SPFW Inverno 2014

Outra coisa bem bacana dessa edição foi a instalação onde o grafiteiro Eduardo Kobra estava fazendo um grafiti 3D para a Hot Wheels. Ele estava fazendo um grafiti em um painel e em um Maverick, onde a brincadeira estava na interação do garoto com o carro, como se ele fosse de fato seu brinquedo. Ele foi durante todos os dias do Fashion Week fazendo “ao vivo” o trabalho, finalizando a obra no último dia dessa edição:

SPFW Inverno 2014

Haviam os espaços de revistas, algumas marcas e o clássico espaço do Boticário. Estava rolando algumas demonstrações de maquiagem e houve o lançamento da coleção “Rio Sixties“:

SPFW Inverno 2014 7

E pra fechar com chave de ouro:

Eu e a Costanza Pascolato, amiga de infância, rs (Sim, na cara dura eu fiz a tiéte e pedi pra tirar uma foto com ela!).

Eu e a Costanza Pascolato, minha amiga de infância, rs (Sim, na cara dura eu fiz a tiéte e pedi pra tirar uma foto com ela!).

.

No vlog tem mais informação, imagens e detalhes sobre o 2º dia dessa edição:

Acompanhou o SPFW? Gostou mais de algum dos desfiles? Conta pra gente 😉

.

.

.

F&C - Karol Oliveira IVocê pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Evento: Gillette Venus Malubu}

Evento Gillette Venus

Na postagem de resenha da Gillette Venus eu comentei sobre o evento da quarta-feira (09/10) que aconteceu aqui em São Paulo no teve no WTC. Nesse evento a Gillette lançou a filha mais nova da linha Venus: a coleção Malibu.

Para o lançamento dessa linha a Claudia Leitte e a Ivete Sangalo foram chamadas para ilustrar a campanha como garotas propaganda. Ver as duas juntas é no mínimo bizarro, mas é inegável a sacada de mestre (e altíssimo inve$timento desembolsado para bancar) as duas juntinhas, lado a lado em uma campanha. Tanto nas fotos, como nas gravações… Tendo a Praia do Forte, na Bahia, como cenário de fundo junto com um figurino bem ‘tô-relex-sou-bonita-assim-e-nem-me-arrumei-horas-pra-isso.

A “brincadeira” da campanha além da ironia é um ponto comum entre as duas: pernas poderosas! Vamos combinar, curtindo ou não o estilo musical de ambas, é pra poucas ficar saracutiando e pulando de um lado pro outro em cimado palco por horas – ainda mais durante o carnaval! Haja perninha pra aguentar o tranco.

E esse usou toda a polemica e ironia que rolava na situação pra juntar um monte de fotografos e veículos de comunicação pra cobrir o evento, torcendo rezando pra que rolasse alguma animosidade, faísca ou porradaria mesmo. Mus, não foi bem assim. Na coletiva de imprensa as perguntas eram previamente anotadas – para não haver surpresas ou perguntas que não quisessem responder e rolar torta de climão. O Mestre de cerimônias que era o Luciano Huck fazia brincadeirinhas como “Só muito dinheiro para juntar essas duas” e coisas assim, mas era mais pra fazer graça do que evitar conflito. Ambas estavam bem na política da boa vizinhança e imagino que qualquer animosidade que pudesse de fato haver entre as duas deve ter ido pra Paris com o cache que ganharam quem quiser me pagar pra ser simpática, eu super topo, tá?! 😉

Haviam vários veículos de comunicação, de sites, portais de notícia, revistas,programas de Tv e blogueiros (as). Haveriam entrevistas individuais depois da coletiva, mas essas foram bem mais chatinhas de entrar e estavam restringindo DEMAIS. No fim das contas o F&C entrou e consegui gravar o que ambas comentaram e responderam (inclusive uma pergunta que fiz para a Ivete – #IveteTeam) nas entrevistas individuais, má é craro que fizeram a fatídica pergunta sobre o relacionamento de ambas e estarem juntas na campanha, mas isso você vê a Cláudia Leitte respondendo no vídeo (depois das fotos) rs.

Evento Gillette VenusEvento Gillette VenusEvento Gillette VenusEvento Gillette Venus

Vlog do evento:

Pra quem não viu, eu postei uma resenha sobre esse lançamento da Gillette Aqui!

Me conta nos comentários o que você achou 😉

.

.

.

.

F&C - Karol OliveiraVocê pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Testei: Gillette Venus Malibu e Prévia do Evento}

Gillette Venus

Na quarta-feira (09/10) teve no WTC em São Paulo um evento Gillette, onde houve o lançamento da linha Venus Malibu. O lançamento teve como mestre de cerimônias o Luciano Huck e as garotas propaganda  foram a Ivete Sangalo e a Claudia Leitte. O que foi uma mega jogada da marca, diante de toda a polemica que existe entre a relação das duas, uni-las em prol de uma campanha – o que com certeza deve ter custado um bom inve$timento.
Nesse lançamento houve uma coletiva de imprensa, com perguntas previamente anotadas – para não haver surpresas na hora H – e uma pequena entrevista individual com cada uma delas. E eu fui lá para cobrir o evento 😉 Segunda-feira eu vou subir o vídeo que gravei com um pouco da coletiva de imprensa e a entrevista individual com elas! A Ivete até mandou um beijo pro Blog e respondeu minha pergunta contando o que considera sua dica de beleza ♥

Evento gillette

Nesse evento recebemos para testar a dita Gillette Venus Malibu:

Gillette Venus

A linha Venus tem como característica a inovação de 3 lâminas e uma depilação mais suave e eficiente desenvolvida para as mulheres.

gillette venus 2

Ela é uma versão descartável, vem com uma capinha protetora para as lâminas e a “cabeça” tem duas fitas anti-aderentes (as azuis) e uma lubrificante (a laranja).

gillette venus

Outras duas coisas que eu considero um diferencial nela são: o cabo todo emborrachado, já que a gente costuma se depilar no banho e com espuma de depilar/sabonete que naturalmente deslizam, o que ajuda muito a dar firmeza para não escorregar e a “cabeça” móvel, que se adapta às curvinhas do corpo. Essa versão, além de toda laranjinha, conta com um cabo perfumado. Diz a lenda que é um “aroma de brisa do mar”, sinceramente não acho que a brisa do mar cheire assim, rs, mas é um perfume gostoso. Assim que você abre, cuidado quem tem rinite rs, o aroma é bem forte, mas vai amenizando e ficando mais suave com o tempo.

Eu testei ela pra depilar minha… Perna. Gostei muito das muitas lâminas que ela tem, facilita e agiliza o processo. Achei bacanudo esse movimento pra se adaptar às curvas e achei que isso ajuda a evitar acidentes e sangrar e arder pacas. Dentro da categoria “depilação em casa com lâmina” acho que ela cumpre e muito bem a função.

Os “irmãos” dela, da linha Venus, são vendidos em média por R$18,00 reais, com 2 aparelhos na embalagem. Não é dos mais baratos, mas acho que vale o investimento.

E você, já algum desses depiladores da linha Venus? Gostou?! Me conta 😉

.

.

.

F&C - Karol Oliveira

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{O que rolou no 2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo – Brindes & Sorteios}

Que rolou o encontro eu já falei (algumas vezes, rs).  Mas eu quase não havia falado sobre os brindes que foram doados para o sorteio. Nós contamos com várias marcas legais que acreditaram no encontro e nos apoiaram doando presentinhos para que a gente pudesse mimar quem foi no domingo. Agradecemos muito aos apoiadores, pois sem eles, não poderíamos ter tantas coisas legais pra presentear quem compareceu ♥

No total foram 8 marcas incríveis, de produtos capilares a acessórios e canecas, passando por maquiagens e perfumes:

Yamá;

Keune;

Kert;

Vult;

(a loja) Groove;

Miskito;

(a loja) Quinta Cosméticos;

Eudora.

Clica no nominho da marca que você pode conhecer um pouco mais sobre ela. Todas são muito legais, 6 são marcas com diversas linhas de produtos e 2 são lojas virtuais. Vale a pena a conferida 😉

Foi a fotografa Ana Montecinos quem clicou a distribuição dos brindes:

Este slideshow necessita de JavaScript.

E você, foi e ganhou alguma coisa? Me conta!

.

.

.F&C - Karol Oliveira

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{O que rolou no 2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo}

2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo ♥

2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo ♥

Ontem foi o 2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo \o/ Até aí, nenhuma novidade, rs. Mas agora, vou contar o que rolou por lá 😉

Depois de uma madrugada ajeitando os últimos detalhes, na manhã de domingo, marcamos a concentração na saída do metro Trianon Masp. Alguns fotógrafos, representantes de sites, blogs, páginas do face e canais de notícia chegaram mais cedo e se prepararam para todos os cliques e ruivas que estavam por vir. Vários ruivinhos e ruivinhas chegavam e iam se enturmando, conversando com os “irmãos-de-cor-de-cabelo” enquanto fotografos registravam o momento.
Por volta das 13h seguimos em direção ao Parque Trianon, não deixando de fotografar (sem atrapalhar o transito, rs) com um dos cartões postais de São Paulo de fundo. Por ser domingo, havia a feirinha de antiguidades em frente ao parque. Algumas pessoas haviam lido as notícias e sabiam do que se tratava, em compensação outras ficavam um pouco confusas pela quantidade de vermelhinhos e acobreados reunidos caminhando juntos pela paulista.

Ao entrarmos no parque já fomos “recebidos” pela equipe do programa do Pânico, que havia conversado conosco para cobrir o evento. Entre piadas e gracinhas, podemos dizer que eles foram dentro do possível, considerando o humor do programa, bastante respeitoso e fizeram com muita tranquilidade, e apoio da galera, o trabalho deles. As pessoas se divertiram e gostaram de participar. Mico da coleguinha (eu), junto com a Thaís (do Poá e Glitter) e a Dani (do Mimimi e Ruivices) falando com eles, mas vamos abafar essa parte, ok?! Depois de ficarmos um tempo na entrada do parque, caminhamos em direção à clareira onde fica a pseudo-fonte. As pessoas começaram a se reunir, no começo a maioria um pouco mais tímida. Mas pouco tempo depois começaram a conversar entre si, interagir, fazer novas amizades. Fizeram rodinha de violão, uma galera cantando junto. Foi muito amor ♥

E pra fechar o encontro, fizemos o sorteio e distribuição dos produtos que os patrocinadores doaram aos ruivos (e não ruivos) de plantão. No fim da tarde, ainda rolou um pós encontro no Rock’n’Roll Burguer, na Rua Augusta.

O encontro, não só tudo que poderíamos querer, como superou as expectativas. O clima era incrível! Só risadas, diversão, novas amizades, respeito, nenhum problema, todos se divertindo… Não poderíamos ter ganhado um presente mais gostoso que esse. A intenção era que o 2º encontro pudesse ser tão bom aos novos participantes, quanto foi pra gente o 1º.

Saldo final: pouco mais de 100 ruivos e ruivas (naturais ou não) foram ao encontro, aproximadamente 300 pessoas passaram por lá, um dia bem agradável e um montão de fotos pra não ter como esquecer desse dia 😉

Agradecemos MUITO a todos que se envolveram, divulgaram, aguardaram ansiosos com a gente, participaram – aos que apoiaram e aos que cobriram o evento também. Enfim,  a todos que fizeram do dia 08/09/13 um dia tão incrível ♥

O Dimitri Aiello foi lá pelo Blog pra cobrir o evento, vamos conferir (clica que aumenta, viu?!):

E você, conseguiu ir no encontro? =)

Aproveita que já está aqui e curte a fanpage do blog! Pode ser na caixinha alí do lado direito ou clicando aqui o/

.

.

.

F&C - Karol OliveiraVocê pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Um pouquinho do Encontro de Ruivas}

2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo

2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo

Hoje foi (finalmente) o 2º Encontro de Ruivos e Ruivas de São Paulo. Depois de muito trabalho de todas as meninas que organizaram e até ajudas externas (como a da Karen do Blog Pequena Notável – você foi uma fofa!) estamos saltitantes de felicidade. Vou contar só um pouquinho do que teve no evento e depois que eu me recuperar e voltar a vida eu conto tudo e coloco todas as fotos no aqui F&C.

Foi lindo, de verdade. Só temos a agradecer a todos que participaram e compareceram, foi uma tarde bem gostosa e divertida.

Teve a galera largando um pouquinho o facebook, se conhecendo e interagindo pessoalmente, teve rodinha de violão, teve um monte (MESMO) de gente cobrindo o evento e tirando fotos, teve sorteio dos produtos doados pelos patrocinadores, teve respeito… Enfim, foi tudo e mais um pouco do que a gente poderia querer e esperar que acontecesse.

Estaremos publicando as fotos do evento na fanpage e criamos um grupo pra facilitar a troca das fotos e a interação entre quem estava (ou gostaria de ter ido) lá.

Alguns dos cliques feitos pelo Dimitri Aiello (clica que ela amplia, tá?!):

;

;

;

;

F&C - Karol Oliveira

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥