{Corpo: Lush Anuncia Sua Volta ao Brasil}

Fresh

A LUSH, marca britânica de cosméticos frescos e feitos à mão, acaba de anunciar sua volta ao mercado brasileiro. Fora do país desde 2007, a LUSH retorna com operação própria. Com o plano de abrir diversas lojas em cidades chaves nos próximos 5 anos, a reabertura será iniciada por São Paulo. Um escritório da marca funciona na cidade desde abril de 2013.

O primeiro ponto de venda da marca ocupará 400 m2 no bairro do Jardim Paulistano em São Paulo e contará também com um spa, espaço que faz sua estreia na América Latina. A previsão de abertura para a loja e spa é para o primeiro semestre de 2014.

Sobre a Lush

Desde que foi criada há 18 anos, a LUSH cresceu e conta com mais de 900 lojas em 51 países, além de diversas fábricas próprias em diferentes localizações do mundo. Nossa marca sempre foi guiada pela ética e pela inovação; criadora de produtos de beleza pioneiros como bombas de sais de banho efervescentes, gelatinas de banho, shampoos sólidos e tabletes dentais de pasta de dente sólida. A Lush dá ênfase aos ingredientes frescos, como frutas e vegetais orgânicos e opera de acordo com uma política restrita contra testes em animais, além de apoiar iniciativas para o comércio justo (Fair Trade) e comércio comunitário (Community Trade). A LUSH também lidera a indústria de cosméticos no combate de excesso de embalagens ao desenvolver campanhas para a conscientização pública, além de criar produtos que possam ser vendidos ‘pelados’ aos consumidores, ou seja, sem embalagens. A LUSH recebeu o prêmio Trailblazer 2006 do PETA para o Bem Estar Animal e o prêmio ‘Empresa do Ano’ do International Fund for Animal Welfare em 2010. Em 2012 a LUSH lançou o concurso Lush Prize com um prêmio de £250 mil para ajudar a acabar com os testes em animais.

Os co-fundadores Mark e Mo Constantine foram condecorados OBEs pelos serviços prestados à indústria de cosméticos no ano de 2010.

.

.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

Anúncios

{Universo Feminino: Lulu, Tubby e algumas considerações…}

lulu-header-664x374

Quando o Lulu chegou às terras tupiniquins houve um grande alvoroço. Muitas mulheres se empolgaram com a ideia de poder “avaliar” e “analisar” através de um aplicativo os homens com quem se relacionaram, relacionam ou se interessam. Esse grande burburinho tomou conta das redes sociais e rodas de conversa, onde o assunto da vez era a checagem do boy magia segundo as anônimas do app. Os homens em questão não pediram para ser avaliados, bastava ter um perfil no facebook que era o suficiente para estar em pauta. Ainda assim, eles poderiam ter a opção de bloquear seus perfis impedindo esse tipo de avaliação.

Eu pedi que algumas pessoas, com opiniões distintas, falassem um pouco sobre o que pensavam a respeito desse aplicativo, respondendo a simples pergunta “O que você acha do app Lulu?”:

Meu maior problema com esse app é que não existe nenhuma forma de validação daquilo que é dito. Se uma mulher tiver opinião sobre um homem e 99 mulheres descordarem dessas opiniões nada pode ser feito a respeito. Muitas mentiras são contadas e passam como verdade para todos que desconhecem aquela pessoa. Meu perfil por exemplo tem o hashtags #barbaporfazer e fazem 4 meses que eu não faço a barba ! Ou seja: uma mentira ! No Brasil calunia e difamação é crime” (Guilherme Brunstein, 27 anos).

O que eu acho? Simplesmente RIDÍCULO. E uma das maiores provas de que a nossa geração já não tem mais respeito por nada. Sou totalmente a favor do sexo livre, sem tabus. Totalmente a favor de falarmos e fazermos sexo como quisermos e com quem quiser, mas passar a dar nota para os parceiros foge a nossa liberdade. Expor outra pessoa pelo desempenho sexual é uma forma gritante de agressão, principalmente quando feita assim, por um meio que pode ser acessado por qualquer um.” (Luana Aparecida da Silva, 19 anos).

Avaliar os caras como produtos? Acho que não é pra tanto. O aplicativo lulu não passa de uma brincadeira que não deve ser levada tão a sério. Uma garota que te conhece, acessa seu perfil e responde a um questionário anonimamente com respostas pré determinadas e ao final o app gera uma nota. Olhando atentamente as opções oferecidas pelo aplicativo eu não vi nada que necessariamente poderia ofender ou denegrir a imagem de alguém e por ser anonimo o aplicativo também não gera intriga entre as garotas e não serve pra ser usado para “dating”, portanto não há nada demais. Convenhamos, quem usaria um aplicativo de celular com opiniões anonimas para julgar o caráter de alguém?” (Rafael Caldas, 24 anos).

Quem, em sã consciência, leva a sério o que é dito por uma ex magoada, uma ficante esperançosa, uma amiga secretamente apaixonada ou que apenas quer fazer uma brincadeira com um boy que seja próximo? Já fiz review até dos meus amigos gays de brincadeira, e não vejo problema nenhum dessa ferramenta existir. Acho que homem sente o orgulho ferido quando seu desempenho sexual é questionado, mas, acima de tudo, acho que ninguém deveria levar o app a sério. Não é porque alguém deu uma nota 5 pra um cara, que ele não será nota 10 pra mim. É como dizem: someone’s trash, somebody’s treasure.” (Vikki Góis, 24 anos).

E as divergentes opiniões seguem gerando discussões acaloradas nas timelines dos facebooks alheios e na vida off-line. O engraçado é que mesmo muitas pessoas que se posicionaram contra “só pra ver como é”, baixaram o aplicativo e fuçaram em perfis avaliados.

Pode parecer exagero, mas tem gente levando tão a sério isso que criaram um “serviço” onde você contrata um pacote e eles geram avaliações positivas no Lulu, de acordo com a imagem que você quer passar. E sim, você PAGA por isso: o Lulu Fake  (aqui tem uma reportagem que falar melhor disso) – Isso é o que eu chamo de verdadeiro empreendedorismo hahaha.

E em meio a toda essa polêmica e discussão, acabou gerando um sentimento de revanchismo no sexo masculino o anúncio do app Tubby. Ele foi divulgado como um aplicativo extremamente sexualizado para a avaliação das mulheres. O que gerou uma repercussão incrivelmente maior e devastadora, se comparado ao Lulu. Várias mulheres (revoltadíssimas – não à toa) e homens se posicionaram com relação a ele, xingando e falando barbaridades mil – sejam elas a favor ou contra. Ainda mais em tempos de revenge porn (onde as mulheres que são massacradas e expostas e os homens envolvidos são ignorados, ou simplesmente saem ilesos), o assunto ficou tão sério que em Minas Gerais um Juiz do TJ emitiu uma liminar que proibia o app de ser disponibilizado no Brasil.

Hoje, no que seria o dia de lançamento dele, saiu um vídeo de “divulgação” falando sobre o app (assista com as legendas desativadas e depois reveja com as legendas em “coreano”):

Segundo ele, tudo não passou de uma grande “pegadinha” (idealizada pelo Rafael Fidelis e Guilherme Salles, com apoio do Cid e CuboX) com uma bela lição de moral:

tubby

Acho que é valido parar pra pensar, depois de ver os dois lados da moeda (homens e mulheres): Até que ponto pode ser divertido e bacana falar e expor a intimidade de uma pessoa, mesmo que seja só por brincadeira?

Antes mesmo de existir a divulgação do Tubby, quando fiquei sabendo do Lulu, primeiramente achei bizarro, depois engraçado, mas aí voltei a achar bizarro, rs.

É um fato que homens e mulheres já fazem isso na vida. Mesas de bar e rodinhas de conversa sempre foram regadas de cerveja (ou não) e comentários a respeito das vidas amorosas/afetivas/sexuais dos envolvidos e isso não é segredo pra ninguém. Quantas vezes antes de se aproximar de uma pessoa que desperta seu interesse, você não a sondou entre seus amigos em comum (existindo até algumas pessoas, mais aplicadas, que jogam o nome do alvo em questão no google – stalker level hard)?

Na minha opinião, a principal diferença disso pra um aplicativo é a questão humana, orgânica, no processo. Esse tipo de conversa serve pra aproximar pessoas, dividir um pouco da sua vida com quem você gosta e confia, além de render boas risadas. Já no Lulu, pelo fato de ser anonimo, tira toda essa “magia” do processo. Além de ser um terreno fértil pra pequenas vingancinhas pessoais e picuinhas (recalque manda beijos, rs).

Além de uma coisa que eu considero a mais importante: as pessoas não são robôs. Não rodamos um programinha que nos faz agir de forma idêntica com todos com quem nos relacionamos. Talvez um cara (ou uma garota) poderia em um momento do passado não estar nem um pouco afim de compromisso, mas que depois de te encontrar se tornou a pessoa mais apaixonada do mundo. Definir uma pessoa, de forma categórica, por como ela foi com outra não é lá muito bacana/honesto, afinal você nem dá a pessoa o benefício da dúvida – e a oportunidade de te surpreender (positiva ou negativamente, né?!). O fato dos meninos não “inscreverem” seus perfis para serem avaliados (afinal eles JÁ estão lá – tendo somente a opção de retirá-los), pode gerar momentos constrangedores nos relacionamentos atuais. Tive amigos cujas namoradas brigaram com eles por terem lido coisas em seu perfil no aplicativo (como se fossem culpa dos coitados). Ou até meninas que depois de lerem o perfil do respectivo paquera, desistiram de ficar com ele por não ter boas hashtags. E é aí que mora o perigo, onde uma brincadeira vai um pouco além e influencia a “vida real”, algo que jamais deveria acontecer.

Portanto, independente do gênero, às vezes é bom “desplugar” um pouco e permitir-se viver mais.

Para você que é homem e ainda não sabe como bloquear seu perfil no Lulu, é só clicar aqui e descadastrar 😉

.

.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Canal F&C: Botando na Roda #1 – Ciúme!}

O Blog tem um canal no Youtube e hoje acontece a estreia de um dos quadros fixos do canal, o “Botando na Roda”!

Não tem nada de indecente nele não, rs. A ideia é que seja uma rodinha de amigas(os) onde um assunto escolhido será colocado na roda pra gente conversar sobre ele, no período de 5 minutos (porque se deixar viram horas e horas e assunto, rs).

A roda não será fixa, podendo variar conforme o tema e o dia. Nessa roda nós contamos com a Dani (do Mimimi & Ruivices), a Gabi (do Mico Leão Ruivo da Depressão), a Karen (do Pequena Notável) e a Thaís (do Poá e Glitter)

E pra estreia do quadro o tema escolhido foi: Ciume!

É só dar o play e ver o que a gente fala sobre 😉 (Não se esqueça de se inscrever no canal pra ficar sempre sabendo das novidades):

Se você curtiu a ideia do quadro, deixa pra gente uma sugestão de tema:

E aí, o que você pensa sobre ciúme? É muito ciumenta(o)? Conta pra gente!

.

.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{O Que Rolou no Encontro de Barbudos – Encontro da Fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”}

Encontro da fanpage faça amor não faça a barba

Nesse último sábado aconteceu o encontro da fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba” no bar Kabul, no baixo Augusta. Além de reunir a galera barbuda (ou não, rs) pra tomar uma gelada e botar o papo em dia, também foi a entrega dos prêmios do concurso que postamos o resultado e outros sorteios de brindes. A Head & Shoulders doou, além do prêmio do concurso, vários kits pra sorteio (diga-se de passagem, fiquei na cara dura secando os kits. Porque, eu nunca testei, mas falam muito bem das máscaras de hidratação da marca. Mas enfim, rs…), junto com a Mr. Beer Cervejas Especiais, além das marcas Chico Rei, Sympathy, Alparzaks – By Paula Zak.

[O F&C já falou sobre barbudos e algumas curiosidades aqui]

Uma coisa que eu acho incrível dessa fanpage é que rola uma super interação entre a galera que curte e os pessoal da página. A principal responsável por fazer isso acontecer, respondendo mensagem da galera e conversando com todo mundo, é a Maiara Molina – uma fofa! – que também foi uma das principais responsáveis por fazer o evento acontecer. E é esse clima de “tá em casa” que rolou no encontro, muita gente que nunca havia se visto na vida, pareciam ser amigos de infância, rs.

O encontro foi divertidíssimo e bem lotado. Eu particularmente nunca havia ido ao bar, mas é um lugar aconchegante, com luz baixa e músicas bacanas. O bar tem dois andares, mas pra quantidade de gente que foi o bar ficou levemente apertado, mas aí rola um calor humano maior 😉 Só assumo que senti falta de mais mesinhas, mas o atendimento foi bacana e corria loucamente pra conseguir dar conta da galera no bar (e conseguiam!). O Kabul estava cheio de barbudos (e alguns desbarbadinhos também – sem preconceitos, rs) e barbudetes, como a galera da fanfab chama. Todos muito gente boa, receptivos e divertidos. Muita gente bacana reunida, onde mesmo quem foi sozinho fez amizade e já saiu dividindo garrafa de cerveja (um beijo Rafael, rs). Mas ainda assim muitas das pessoas que foram já se conheciam da internet da página e dos grupos de barbudos e fizeram dessa uma ótima oportunidade de trazer pra vida a amizade on-line – e que assim mantenham ;).

Fiquei feliz de ter encontrado por lá uma galeria que esteve presente no encontro de ruivas, até gente que se conheceu no encontro e arrumou um barbudo pra chamar de seu – achei muito digno isso! A Maiara eu também conheci do encontro, por ter nos ajudado a divulgá-lo.

Agora, chega de enrolação e vamos às fotos!

.

Fotografos:
– Thamires Cascales (E-mail: cascales.thami@gmail.comFanpage);

– Nailson Siqueira (E-mail: nailson.siqueira@live.comFanpage);

– Orange Produções/Cleber Santos (E-mail: orange_producoes@mandic.com.brFanpage).

.

E aí, você foi? Se divertiu? Conta pra gente!

.

.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Resultado da Promoção da Fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”}

A fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba” fará um encontro pros barbudos e admiradores que a seguem. E como forma de dar uma esquentada nas vésperas do evento, com o apoio da Head & Shoulders e a Mr. Beer, criaram um concurso pra escolher o barbudo “favorito”. Onde os concorrentes, através da página, enviavam uma foto (com barba, por favor né, rs) e uma frase dizendo porque a barba é essencial.

Foram selecionados 5 barbudos para serem votados na fanpage. As votações estão rolando desde o começo da semana e hoje sai o resultado =) O primeiro lugar vai ganhar um super kit da Head & Shoulders e Mr. Beer, e do 2º ao 5º ganharão kits da Head & Shoulders.

Depois de uma semana de votação, hoje saiu o resultado:

1º lugar:

1º lugar: Renan Vinicius Filadoro – “A barba é essencial para dar mais estilo e uma autoestima melhor !”

1441328_585695138163189_1930184683_n

2º lugar: Pablo Zanella – ” Aqui o amor transborda e a barba é essencial “

3º lugar: Thiago Fernandes - "Porque só com a barba bem feitinha e cheirosa a gente faz a diferença num bando de loucos!"

3º lugar: Thiago Fernandes – “Porque só com a barba bem feitinha e cheirosa a gente faz a diferença num bando de loucos!”

4º lugar: Rogerio Emilio - "Porque sua barba é essencial: Pra manter a pose de mafioso."

4º lugar: Rogerio Emilio – “Porque sua barba é essencial: Pra manter a pose de mafioso.”

Mauricio Rossini Oltman - "Me preparo para tacklear o adversário, que no rugby consiste em derruba-lo, Sansão tinha sua força no cabelo, eu tenho na barba, meu apelido é Brutus, a barba me da forças para tacklear os adversários no campo de rugby e os problemas no campo da vida!"

Mauricio Rossini Oltman – “Me preparo para tacklear o adversário, que no rugby consiste em derruba-lo, Sansão tinha sua força no cabelo, eu tenho na barba, meu apelido é Brutus, a barba me da forças para tacklear os adversários no campo de rugby e os problemas no campo da vida!”

.

Parabéns a todos que se inscreveram! E a gente se vê amanhã no Encontro 😉

.

O {F&C} já falou um pouco sobre barbudos aqui.

.

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Os Barbudos e Algumas Curiosidades}

Encontro de barbudos

Atualmente a barba é uma tendência fortíssima. Seja por uma questão de estilo ou por atrair olhares do público feminino – afinal, hoje em dia, barba é fetiche. Existem barbudos de todos os tipos: os de barba aparada, grande, bigodudos, cavanhaques, barbas com trancinhas… E o que mais a imaginação, e a barba, permitir.

Mas barba é um assunto antigo, os primeiros povos a usarem barba, que se tem registro, foram os gauleses, tanto que por isso os famosos Asterix e Obelix tem um generoso bigode. Já os caldeus e babilônios mantinham suas barbas trançadas, lavando-as com óleo e prensando com a ajuda de um ferro quente (um beijo ta-ta-ta-ta-ta-ta-taravó da chapinha *muack*).

Algumas sociedades antigas, como o egípcios, mantinham a barba como forma de definir os status social, deixando os nobres com o direito de usar a barba e proibindo os sacerdotes. Ainda nos povos antigos, os gregos eram muito conhecidos por suas barbas. Os “famosos” (artistas, pensadores, líderes) mantinham e cultivavam os pelos faciais. Porém depois de alguns confrontos e guerras, acabou entrando em desuso, por argumentarem que os soldados poderiam ser agarrados pela barba, deixando-os em desvantagem. Assim, Alexandre, o Grande, ordenou que todos os seus soldados se desfizessem das suas barbas.

Em épocas mais próximas, mais precisamente na primeira década do século XX, a barba caiu em desuso, coisa que pouco depois também aconteceu com os grandes bigodes. Rosto de bebeê, lisinho e sem pelos, se tornou simbolo de hogiene e beleza. Mas com o movimento hippie, na década de 60, a barba voltou a ser usada.

Na Itália houve uma pesquisa em que mostrava que vendedores barbados eram vistos como mais digno de confiança, e por isso fechavam mais negócios. E a confiabilidade e a barba também valiam para políticos, transmitindo assim mais confiança (mas isso funcionava com barbas aparadas e bem cuidadas, e não pras rebeldes e desgrenhadas). Até porque, no Brasil, a barba foi simbolo da esquerda comunista e do movimento sindical no período da ditadura.

No atual cenário mundial barbas, em algumas situações, também podem ser vistas de forma negativa, afinal elas são facilmente associadas à movimentos religiosos radicais e ao terrorismo.

Existem alguns récordes no Guiness Book relativo aos barbudos, a mais longa barba masculina vive no Canadá e pertence ao indiano Sarwan Singh medindo, nada mais, nada menos que 1,89 metros. Já o maios bigode pertence ao, também indiano, Kalyan Ramju Sain e possuí o inacreditável comprimento de 3,39 metros, ele não apara o bigode desde 1976.

Existe também um concurso, World Beard and Moustache Championships,  onde anualmente são escolhidos os mais belos os mais estranhos bigodes, cavanhaques e barbas do mundo. Neles existem várias categorias de bigodes e barbas. É possível ver mais sobre isso aqui.

E diante do atual sucesso que as barbas fazem existem comunidades e grupos nas redes sociais que falam sobre esse tema. E uma dessas comunidades, a fanpage “Faça Amor, Não Faça a Barba”, organizará neste sábado (23/11/13), aqui em São Paulo, o seu primeiro encontro que pretende reunir vários barbubos e admiradores (admiradora também 😉 ) para conversarem e se conhecerem. O encontro também contará com sorteio de brindes e entrega do prêmio do concurso do “barbudo favorito”.

.

.

Encontro “Faça Amor, não Faça a Barba”
Data: 23/11
Hora: Das 15hrs às 22hrs
Local: Kabul Bar (Rua Pedro Taques, 124, Consolacão/SP)

;.

.

(Fonte: Aqui/Imagem: Reprodução – Caio Thomé)

F&C - Karol Oliveira I

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Moda: Desfile Aquastúdio e SPFW 2º Dia}

SPFW Inverno 2014 5

Mesmo estando MEGA atrasado, devido aos probleminhas técnicos, eu decidi postar mesmo assim. Assumo: rolou um afeto com a postagem, rs.”

Nessa edição do SPFW (Inverno 2014) eu fui convidada pela Ilike pra assistir ao desfile da Aquastúdio, eles foram os patrocinadores do desfile, no 2º dia. Junto com a Thaís (do Poá e Glitter), a Dani (do Mimimi & Ruivices) e a Karen (do Pequena Notável) fomos conferir à coleção e a “tenda” no Parque Villa Lobos. No final da postagem eu vou colocar um vlog que fiz com as imagens do espaço do Fashio Week, o desfile, um bate-papo com um dos cabeleireiros responsáveis pelo visual  do desfile e com o Eduardo Kobra contando sobre a instalação que ele estava fazendo.

SPFW Inverno 2014 6

A Aquastúdio fez pela segunda vez seu desfile no SPFW, ela já é das antigas pelo Fashion Rio. Nessa coleção eles deixaram a silhueta bem feminina e retrô (inspirada nos anos 40), muitos recortes geométricos e transparências. Há também aplicações, capas, tecidos firmes como a lã e um pouco mais fluidos como o veludo. Foi um desfile muito bonito, mostrando vestidos de festa que é o que deu destaque e fama à marca assinada pela Esther Bauman.

Na beleza eles apostaram em um belo olho preto esfumado, com uma boca natural e uma pele bem iluminada (super usável na vida real). Fizeram um coque alto “torcidinho” com todos os fiozinhos no lugar (sendo que todos os finalizadores utilizados pra segurar o penteado eram da Ilike)  e continuaram brincando de geometria nos casquetes:

SPFW Inverno 2014 4

Como Fashion Week é referencia de gente “montada” e estilosa, fotografei alguns looks da galera que circulou por lá naquele dia (referências nunca é demais, vamos combinar rs):

SPFW Inverno 2014

No lounge do evento havia uma lojinha cheia de artigos diferentes de decoração e cacarecos diversos:

SPFW Inverno 2014

Outra coisa bem bacana dessa edição foi a instalação onde o grafiteiro Eduardo Kobra estava fazendo um grafiti 3D para a Hot Wheels. Ele estava fazendo um grafiti em um painel e em um Maverick, onde a brincadeira estava na interação do garoto com o carro, como se ele fosse de fato seu brinquedo. Ele foi durante todos os dias do Fashion Week fazendo “ao vivo” o trabalho, finalizando a obra no último dia dessa edição:

SPFW Inverno 2014

Haviam os espaços de revistas, algumas marcas e o clássico espaço do Boticário. Estava rolando algumas demonstrações de maquiagem e houve o lançamento da coleção “Rio Sixties“:

SPFW Inverno 2014 7

E pra fechar com chave de ouro:

Eu e a Costanza Pascolato, amiga de infância, rs (Sim, na cara dura eu fiz a tiéte e pedi pra tirar uma foto com ela!).

Eu e a Costanza Pascolato, minha amiga de infância, rs (Sim, na cara dura eu fiz a tiéte e pedi pra tirar uma foto com ela!).

.

No vlog tem mais informação, imagens e detalhes sobre o 2º dia dessa edição:

Acompanhou o SPFW? Gostou mais de algum dos desfiles? Conta pra gente 😉

.

.

.

F&C - Karol Oliveira IVocê pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{Voltando à Programação Normal…}

Marca d'águag

.

.

Peço MUITAS desculpas pelo sumiço e as teias de aranha.

Não foi desamor, não foi abdução alienígena e não foi falta de conteúdo… Tivemos problemas com o servidor e por dias simplesmente não era possível a publicação de postagens novas e atualizações. Foi um inferno, rs!

Por isso, algumas das postagens engavetadas serão publicadas hoje e ao decorrer dos dias (mesmo fazendo milênios do fato, como a do SPFW).

Depois de todos esses dias, acabamos acumulando novidades, como ter duas novas colaboradoras (pra reforçar o time feminino #girlpower) e algumas outras coisinhas legais por vir 😉

Pra quem não desistiu do F&C e continuou visitando a gente mesmo correndo o risco de morrer de rinite com tanto pó só posso dizer: MUITO OBRIGADA!  Prometo que voltamos com força total \o/

Um beijo grande ♥

F&C - Karol Oliveira IVocê pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

{#Top5 Make-Up com Pilar Maldonado}

Top5 Pilar Maldonado

Hoje quem vai contar seu #Top5 de Make-Up é a Pilar Maldonado do blog Mixturinha. Eu apresentei a tag e a convidei já faz um tempo e ela topou contar pro F&C! Estava no forninho faz um tempo, mas agora vocês vão conhecer o seu #Top5 produtos favoritos de make-up:

Top5 Pilar Maldonado

Esses são os 5 que mais uso!

Vocês já devem saber que eu não sou muito de passar Make, vou tentar mudar isso, prometo 🙂

Top5 Pilar Maldonado

– Gloss Baby da Bside:

Quando passo gosto de make o mais discreta possível, esse gloss eu amo ❤

Top5 Pilar Maldonado

– Heliocare Compacto Oil-Free FPS 50:

Gente eu já fiz post do Heliocare AQUI!

Ele é oil free, é um pó compacto com fator de proteção solar 50, uso muito ele, minha paixão. Tem uma cobertura fraca, mas eu não ligo porque minha pele não tem muitas imperfeições, apenas umas espinhas de vez em quando, mas sou humana né xD

Top5 Pilar Maldonado

– Minesol Oil-Control FPS 30:

Esse eu passo antes de usar o Heliocar, sim eu passo muito protetor solar, porque me queimo muito fácil, consigo me queimar usando os dois juntos, imagina sem nenhum!
Esse controla a oleosidade da pele, é muito bom, não deixa a pele melequenta, muito pelo contrario, deixa super sequinha!

Top5 Pilar Maldonado

– Paleta de Sombra Revlon:

Galera, eu tenho duas dessa, então tirei foto da que esta inteira né xD

Eu uso bem pouco, porque na real, eu não sei me maquiar :/

Top5 Pilar Maldonado

– Rímel  Fats & Perfect da Bourjois:

Gente esse rímel foi feito pra mim mesmo!  Ele é rotativo, ou seja a minha mão fica paradinha e ele faz o serviço SOZINHO u.u
Ele deixa o cílios SUPER volumosos, quando eu uso ele sempre me fazem a mesma pergunta: É cílios postiços?!

Esse foi o #Top5 da Pilar. E vocês, tem seu #Top5 queridinhos?

Vocês podem saber mais sobre a Pilar e coisas que ela indica no blog Mixturinha através do link: http://www.mixturinha.com/
E na fanpage do facebook: https://www.facebook.com/mixturinha

.

.

.

.

F&C - Karol Oliveira IVocê pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥