{Sessão Pipoca: Clube dos Cinco}

PHO-10Sep23-254285Bote seu moletom, vista seu All Star e pegue seu walkman, pois hoje vamos mergulhar nos anos 80 com o filme definitivo sobre a juventude: O Clube dos Cinco (The Breakfast Club – 1985)

Aí você me fala: “Poxa, Caio! Por que raios eu veria um filme de Sessão da Tarde?”

Simples:  Clube dos Cinco é um filme que muda vidas. Ponto. Digo isso com toda a contundência, pois posso me usar como exemplo. Clube dos Cinco mudou minha vida e acho que é minha obrigação semear a mensagem desse filme.

Do diretor John Hughes, Clube dos Cinco marcou uma geração. Uma não, várias. Produzido em 1985, o filme mostra 5 alunos que tiveram que ir para a escola no sábado cumprir castigo por más atitudes que tiveram durante a semana. O diretor, Richard Vernon, os coloca na bilblioteca e pedem para que escrevam uma redação, de no mínimo mil palavras, descrevendo o que eles pensam sobre si mesmos. Eles não são amigos e são totalmente diferentes um dos outros. Neles vemos os seguintes estereótipos:

O Nerd – Brian Johnson (Anthony Michael Hall)

The_Breakfast_Club

A Patricinha – Claire Standish (Molly Ringwald)

*Nota: Para mim, a ruiva mais linda EVER. Inspirem-se, garotas.

various Photofest 2

O Marginal – John Bender (Judd Nelson)

bc3

O Atleta – Andrew Clark (Emilio Estevez)

photo

A Maluca – Allison Reynolds (Ally Sheedy)

Clube dos Cinco

Que jogue a primeira pedra quem nunca se encaixou em nenhuma dessas categorias, mesmo que de leve.  O filme começa com muitos conflitos entre os jovens e com um clima de comediazinha fraca para crianças. Mas esse ritmo meio parado do começo e o aparente clichê de filme escolar é apenas uma introdução para te preparar, minha leitora F&C, para um mergulho de cabeça nos dramas e no íntimo de cada um daqueles jovens.

Conforme o filme vai passando, esses jovens começam a se entender, vendo que possuem muito em comum. E você percebe que esses estereótipos de cada um são, nada mais, do que máscaras que eles aprenderam a vestir para se adaptarem à sociedade e por conta de suas experiências familiares.

photo

E o ponto principal do filme é esse: Como os ideais e o relacionamento familiar influenciam o rumo da nossa vida. Não é com todo mundo, mas sabemos que sempre existe uma pressão paterna de que você sempre tem que ser o melhor, o perfeito, a princesa, o machão, o zoador, o esperto. Eu mesmo já prestei um vestibular pra ciências contábeis por pura pessão familiar para ter uma “carreira que dê dinheiro”. Quem nunca sofreu esse tipo de pressão?

Aí eu te pergunto: Você é hoje algo que planejaram que você fosse ou é aquilo que você sempre sonhou em ser? Até que ponto as máscaras que você vestiu na sua vida não a fizeram esquecer quem você é de verdade?

É pra se pensar.

E não pára só por aí! O filme também trata o excesso de atenção dos pais, pais que ignoram os filhos,  pais que resolvem as coisas através da violência física e moral, pais que esperam que você seja aquilo que eles nunca foram  e o quanto a sociedade despresa os jovens simplesmente por achar que eles não são maduros o suficiente para serem levados à sério. Essa frase do David Bowie (que aparece logo nos créditos iniciais) mostra bem isso:

cinco

“…E essas crianças em que você cospe, enquanto elas tentam mudar seus mundos, são imunes às suas consultas. Elas sabem muito bem pelo que atravessam…”

E esse filme é considerado o MELHOR filme de jovens já feito, pois os personagens são como você, como eu… Um filme da nova geração que chega muuuuito perto da perfeição do Clube dos Cinco é As Vantagens de ser Invisível (The Perks of Being a Wallflower – 2012). Com certeza você lerá um texto meu sobre ele logo, logo.

Independente da sua idade, esse filme trás de volta todas as suas angústias e traumas da adolescência e faz você ter saudades do tempo em que as responsabilidades e a vida de adulto ainda não guiavam sua vida. Um tempo onde todos sonhávamos mais.

cinco

“Quando você cresce, seu coração morre”

De arrepiar, né? Pense bem nisso e tente sempre manter aquela criança que está perdida lá no fundo do seu coração viva. Eu tento todos os dias.

Então  obrigue seu bofe a achar esse filme para você e te dar de presente de dia das crianças. E se não tiver bofe… me liga, sua linda! 😉

Caso ainda não tenha visto na sessão da tarde:

.

.

.

.

F&C - Caio Botter

Você pode seguir o Feminina & Compulsiva também nas redes sociais:
♥   Facebook   ♥   Instagram   ♥   Pinterest   ♥   YouTube   ♥   Twitter   ♥

Anúncios

2 thoughts on “{Sessão Pipoca: Clube dos Cinco}

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s